الثلثاء في ٢١ تشرين الثاني ٢٠١٧ ، آخر تحديث : 05:08 م
YouTube Twitter Facebook RSS English French Portuguese
Hariri: Prevalência de Slogans Anti-Corrupção Apontam para Cobrir Tentativas de Usurpar Poder do Estado
 
 
 
 
 
 
18-03-2011
 
O primeiro-ministro interino Saad Hariri, apelou nesta quinta-feira ao lado liderado pelo Hizbullah para começar a implementar "as disposições do Acordo de Taef, especialmente a cláusula que estipula que apenas o Estado libanês pode possuir armas".

Depois de um banquete de almoço, ele falou no Quality Inn Hotel, em honra dos jornalistas de Trípoli e do Norte, Hariri observou que o lado rival "deve assumir a responsabilidade" caso decida interromper o financiamento do Líbano ao Tribunal Especial para o Líbano.

Questionado se espera incidentes semelhantes aos que eclodiram em 07 de maio de 2008, Hariri disse: "Duvido que incidentes semelhantes corram. Ontem vimos uma demonstração para o Hezbollah na frente do ESCWA (HQ) pedindo para evitar a discórdia no Bahrein.. "

"Então vamos deixar a discórdia no nosso país? Pelo contrário, temos que evitar a discórdia. Como é que nós pedimos para parar a discórdia fora, enquanto nós deixamos no nosso país?" Hariri questionou.
"Existe uma cláusula no acordo que diz que o Hezbollah tem o direito de portar armas, enquanto os outros partidos libaneses não? Tudo o que eu estou pedindo é a implementação clara do Acordo de Taef", acrescentou.
Questionado sobre sua relação com o ex-PM Omar Karami, Hariri disse que é caracterizada pelo respeito mútuo, mas observou que ele não concordava com o ex-premier nas posturas recentes, ele manifestou a respeito da anulação do STL e seu apoio político para as armas do Hezbollah .
No início quinta-feira, Hariri reuniu-se com uma série de funcionários de Tripoli e outros do norte do Líbano como parte de sua visita de três dias a Tripoli.
Durante sua reunião com as delegações visitantes, Hariri abordou a questão do combate a corrupção no Líbano, acusando os lados ", alegando ser o combate à corrupção" de ser responsável por ela.

"Todos os libaneses sabem sua história e as práticas de corrupção em assumir os fundos públicos e proteger os funcionários corruptos da instituição do Estado".
"A prevalência de slogans anti-corrupção é destinada a cobrir as tentativas de usurpar o poder decisório do Estado e ocultar o papel das armas de intimidar as liberdades dos libaneses e influenciar o público", frisou.
"Essas práticas estão a altura da corrupção, porque eles forçam o Estado a se tornar uma vítima de interesses estrangeiros", Hariri chegou a dizer.
Ele repetiu as acusações contra as forças do 08 de Março que impediam a ascensão do Estado "porque eles querem que ficam a mercê das armas e rancores pessoais, que é um sinal da corrupção psicológica, ética e política".
 
Para adicionar algum comentário, você tem que ser registrado no ou registada
 
Últimos Comentários
 
Nenhuns comentários até agora


 
أخبار متعلقة
لا يوجد أخبار متعلقة