الخميس في ٢٣ تشرين الثاني ٢٠١٧ ، آخر تحديث : 08:20 م
YouTube Twitter Facebook RSS English French Portuguese
Geagea: Comemoração do 14 de Março é um marco na história do Líbano
 
 
 
 
 
 
16-03-2011
 
Depois da sua reunião com o Vice Presidente do Parlamento Farid Makari e Deputado Fardi Habib, o chefe do Comitê Executivo das Forças Libanesas Samir Geagea disse que a comemoração do 14 de Março foi um protesto nacional que será um marco na história do Líbano.

Dentro desta estrutura, Geagea expressou a gratidão aos participantes que se reuniram para dizer não para armas ilegítimas, pela qual ele enfatizou a necessidade de ter todas as armas sob controle do governo.

Além disso, Geagea considerou imprecisas todas as posições que são difundidas sobre a perspectiva de Miktai da cerimônia "O primeiro ministro indicado é dotado de uma personalidade serena e conservadora."

Em suas palavras, Geagea convidou o Presidente Libanês e Primeiro Ministro Indicado a ir em direção a um governo tecnocrata competente responsável pelas necessidades dos seus cidadãos pelo qual ele afirmou que o 14 de Março não participará se outro partido não considerar as suas exigências.

Em outro nível, Geagea convocou com o Enviado Especial ao Oriente Médio da ONU Michael Williams para discussões que fazem menção das datas políticas recentes no Líbano. "O protesto de 14 de Março foi pacífico e refletiu a democracia no Líbano," Williams disse glorificando neste sentido as forças de segurança e esforços do exército.

Neste meio tempo, a Secretaria Geral do 14 de Março expressou na segunda-feira a sua avaliação e gratidão pelo povo libanês "que renovou a sua revolução apontada para a realização da soberania, liberdade, independência, e justiça."
Ele disse em uma afirmação: "o seu compromisso a essas metas e a sua ação civil pacífica viraram o exemplo adotado pela gente árabe em suas revoltas."

"No domingo, vocês foram vitoriosos contra a opressão das armas e a política da intimidação e terrorismo," ele acrescentou.

"O Líbano depois do dia 14 de Março de 2011 não será o mesmo como não foi antes dele," realçou a secretaria geral.

"Com a renovação da revolução libanesa, juramos permanecer até não fazer qualquer concessão sobre eles," a afirmação continuou.

Centenas de milhares de sustentadores do 14 de Março reuniram-se na Praça dos Mártires de Beirute no domingo em uma reunião apontada para o envio uma mensagem à aliança conduzida pelo Hizbullah sobre a rejeição dom povo pelas armas do partido.
 
Para adicionar algum comentário, você tem que ser registrado no ou registada
 
Últimos Comentários
 
Nenhuns comentários até agora


 
أخبار متعلقة
لا يوجد أخبار متعلقة