الثلثاء في ٢١ تشرين الثاني ٢٠١٧ ، آخر تحديث : 01:24 م
YouTube Twitter Facebook RSS English French Portuguese
Oposição: Miqati Entregou um Plano de Cinco Pontos a Ser Implementado
 
 
 
 
 
 
26-01-2011
 
Fontes informadas da oposição elogiaram nesta segunda-feira a opção do Secretário Geral do Nasrallah Sayyed Hassan em nomear o antigo Primeiro Ministro Najib Miqati para liderar um novo governo, dizendo que apenas o Líder do Parlamento Nabih Berri foi informado de seu plano.

Elas disseram à Agência Central de Notícias que Berri concordou com isto algumas horas antes das consultas quando a opção original da oposição em nomear o antigo PM Omar Karami era reconsiderada.

Elas explicaram que nomeando Miqati, pelo menos três dos votos de seus MPs seriam transferidos à oposição, o que não teria sido possível se Karami tivesse sido nomeado, concedendo assim à oposição 63 votos contra os 65 do Primeiro Ministro Interino Saad Hariri.

Enquanto isto, uma fonte política informada da oposição disse à agência de notícias que a decisão em nomear Miqati era resultado de pressão Árabe, regional e internacional sobre a oposição e a Síria contra a nomeação de Karami.
"A liderança síria informou a oposição sobre sua decisão na noite deste sábado através de enviados de Nasrallah e Berri que visitaram Damasco em uma visita tranquila," foi adicionado.

A fonte previu que Miqati poderia vender os 68 votos durante as consultas parlamentares e que ele havia iniciado a preparação de um novo governo.

Foi revelado que este seria um Gabinete tecnocrático de 14 ministérios, com os ministérios da defesa e do interior indo ao presidente.

"Isto não significa que não haverão consultas parlamentares para formar um gabinete de unidade nacional de 30 ministérios," foi adicionado.

Ademais, foi frisado que a oposição solicitou que Miqati implementasse um plano de cinco pontos, o primeiro dos quais demandaria a retirada do controle cooperativo entre e o Líbano e Tribunal Especial para o Líbano visto que este foi formado através de meios inconstitucionais.

Os outros pontos incluem a retirada de juízes libaneses do Tribunal Especial para o Líbano visto que eles são falsas testemunhas, hesitam em financiar o tribunal, referem o assunto de falso testemunho ao judiciário libanês e sustentam os laços Libaneses-Sírios, disse a fonte.

Enquanto isto, o primeiro Ministro recusou-se nesta segunda-fera em se unir a um governo liderado pelo Hizbullah ou seus aliados conforme consultas parlamentares compulsórias sobre a nomeação de um novo primeiro ministro começaram.
"O Movimento Al-Mustaqbal anunciou sua rejeição em tomar parte de um governo liderado por um candidato nomeado pela Oposição," disse uma declaração emitida pelo gabinete de Hariri.

A declaração, contudo, disse que não há "candidato consensual," em uma referência indireta ao legislador Najib Miqati que se ofereceu como um candidato "consensual" para o cargo.

"Há um candidato nomeado por Saad Hariri, e outro candidato para as forças do 8 de Março, e a opção a este respeito é clara e não ambígua," disse Hariri.
A declaração veio logo depois que Hariri foj ao Palácio Baabda para uma reunião com o Presidente Michel Suleiman como parte das consultas para escolher um primeiro ministro.
Veio também conforme o antigo premier Najib Miqati foi inclinado como o candidato favorito a ser o primeiro ministro nomeado depois que ele assegurou apoiar o Hizbullah, que partiu o governo de Hariri no início deste mês.

Oficiais disseram que Miqati, um magnata das telecomunicações, era a alta opção do Hizbullah dada a sua posição como um político centrista que possui boas relação com as partes hostilizadas do Líbano.

Mikati, 55, submeteu sua candidatura no final deste domingo dizendo que ele estava se apresentando na tentativa de ser um candidato consensual.

Suleiman escolherá o próximo primeiro ministro do Líbano no final dos dois dias de consultas com os 128 MPs do país, que nomeará sua escolha para o cargo de primeiro ministro.
 
Para adicionar algum comentário, você tem que ser registrado no ou registada
 
Últimos Comentários
 
Nenhuns comentários até agora


 
أخبار متعلقة
لا يوجد أخبار متعلقة